Compartilhar:

O governador João Azêvedo assinou, na última quarta-feira (5), o  termo de adesão ao acordo de cooperação técnica com o Ministério das Mulheres para construção de primeira Casa da Mulher Brasileira do Sertão, na cidade de Patos, ao lado da ministra da Mulher, Cida Gonçalves, e do prefeito Nabor Wanderley, durante solenidade em João Pessoa.

Com a implantação em João Pessoa – já autorizada pelo ministro da Justiça, Flávio Dino – o valor total investido nas duas Casas da Mulher Brasileira será de cerca de R$ 30 milhões, sendo R$ 7 milhões para construção e equipagem da Casa da Mulher Brasileira em Patos e uma outra casa na capital, João Pessoa, com investimento de R$ 15 milhões.

O restante dos recursos será aportado para custeio e manutenção das duas unidades. A ação faz parte da retomada do programa Mulher Viver sem Violência. A meta é a construção de 40 novas Casas da Mulher Brasileira em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A Casa da Mulher Brasileira é uma inovação no atendimento integral e humanizado às mulheres. Em um mesmo espaço, a Casa integra serviços especializados para os mais diversos tipos de violência contra as mulheres: acolhimento e triagem; apoio psicossocial; delegacia; Juizado; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

Da redação com Ascom

Comentários


Os comentários aqui realizados não expressam a opinião do editor. Representam, tão somente, o exercício constitucional da liberdade de expressão sendo vedado o anonimato.